O cronograma da CCJ de análise da denúncia da PGR contra o presidente da República leva em consideração a entrega da defesa de Temer ainda nesta quarta.

Denúncia contra o presidente Temer

05/07/2017 | 21:10

O cronograma da CCJ de análise da denúncia da PGR contra o presidente da República leva em consideração a entrega da defesa de Temer ainda nesta quarta.

Apresentação do relatório: segunda-feira (10)

Rodrigo Pacheco ponderou que, embora haja essa previsão, pode dar mais prazo ao relator Sergio Zveiter (PMDB-RJ), caso ele considere necessário. O relatório trará recomendação de aceitação ou rejeição da denúncia.

Defesa técnica do presidente: segunda-feira (10)

Após a apresentação do parecer. O tempo da defesa de Temer será o mesmo usado pelo relator.

A expectativa na Câmara é de que deputados da oposição devem apresentar um pedido de vista (mais tempo para analisar o caso) na sessão de segunda-feira. Dessa forma, a denúncia voltará aos debates duas sessões depois, na quarta-feira (12).

Discussão: deve iniciar na quarta-feira (12)

Terão direito a fala todos os 66 membros titulares e os 66 membros suplentes da comissão, por 15 minutos cada. Também poderão falar, por 10 minutos cada, deputados que não compõem a CCJ, sendo 20 contra e 20 a favor. Se todos os tempos de fala forem usados, serão necessárias ao menos 36 horas de discussão.

Fala do relator e da defesa: após a discussão, sem data precisa, o relator e a defesa do presidente terão mais 20 minutos de fala cada um.

Previsão de votação em Plenário na quinta-feira (13), podendo se estender até ao final de semana 

Ficou decidido que a votação será nominal, com registro dos votos em painel eletrônico.

Após a conclusão da análise na CCJ, o relatório será enviado para votação no plenário principal da Câmara.

TAGS:

COMENTÁRIOS

0 Comentário

Comente: